Carros conectados podem virar alvos fáceis e estão na mira de ladrões cibernéticos

Carros conectados podem virar alvos fáceis e estão na mira de ladrões cibernéticos

Com a evolução pelo qual passaram os veículos nos últimos anos, diversos modelos atualmente atendem pelo perfil de carros conectados e passam a lidar com os perigos cibernéticos. Veja. 

Carros conectados podem virar alvos fáceis e estão na mira de ladrões cibernéticos
Foto: Freepik

Carros conectados enfrentam ataques

No mundo todo, os carros conectados possuem cada vez mais tecnologia embarcada, o que também aumenta o interesse dos ladrões cibernéticos. 

Como as diversas informações que os veículos administram atualmente tem seu valor, cresce o interesse por parte de malfeitores em invadir sistemas e ter acesso a dados exclusivos e valiosos. 

Nesse sentido, além de contribuir para a qualificação dos carros conectados, a tecnologia automotiva precisa, mais do que nunca, lidar com os possíveis ataques de hackers. 

Recursos avançados geram interesse 

Tendo em vista o teor elevado de tecnologia que os carros conectados à internet possuem atualmente, significa dizer que esses veículos são máquinas sobre rodas. 

‘;
gmAdCmds.push({command: ‘gmAdUnit’, params: {
type: ‘banner’,
gam: ‘/22277837561/garagem360.com.br/Content_Generico_Desktop_Mobile’,
sizes: [[250, 250], [300, 250], [336, 280]],
divID: ‘teads_place’,
mapping: ‘content_fluid’,
reloadable: true,
bidders : {
smart: 95896,
verizon: ‘auto’,
appnexus: 21114108,
medianet: ‘444631575’,
projectagora: 25231862,
useNative: true,
rubicon: ‘2387102’,
seedtag: {adUnitId: ‘27126862’, placement: ‘inArticle’},
taboola: ‘ROS-300×250’
}
}});
gmAdCmds.push({command: ‘gmAdReload’, params: ‘teads_place’});
}

Porém, como nem tudo são flores, tantos recursos avançados chamam a atenção de criminosos, que visam agir nos pontos vulneráveis da cibersegurança do setor. 

“Com a expansão dos carros conectados, os riscos de ataques cibernéticos aumentaram. Isso se deve ao fato de que os veículos modernos, equipados com tecnologias avançadas como 5G e inteligência artificial, computação de ponta e unidades de processamento de alto desempenho, requerem serviços de cibersegurança para que estejam protegidos contra ameaças digitais”, comenta Italo Calvano, Vice-Presidente da Claroty para a América Latina.

Segundo a pesquisa Transparency Market Research Inc, o setor global de segurança cibernética automotiva deve avançar 16,6% nos próximos sete anos, com expectativas de alcançar valor acumulado de US$ 10,5 bilhões em 2031.

Dessa forma, não é pouca coisa que está em jogo quando o assunto são frotas de carros conectados. 

‘’[…] É essencial que os fabricantes estejam sempre um passo à frente dos cibercriminosos, prevenindo e mitigando os riscos de possíveis ataques”, enfatiza Calvano. 

Carros conectados podem virar alvos fáceis e estão na mira de ladrões cibernéticos
Foto: Freepik

Combate aos ataques cibernéticos

Após localizar o problema, é preciso enfrentá-lo. Tendo isso em vista, a indústria automotiva já trabalha com o aprimoramento da rapidez e proteção avançada do nível de segurança e de privacidade desses veículos para evitar ataques. 

Dessa maneira, devem ser considerados pelo setor, mudanças na estratégia dos fabricantes com investimentos, fusões e aquisições, além de colaborações com empresas de segurança cibernética. 

Source link

oslow

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *