O que muda com a chegada do novo programa de carros híbridos e elétricos

O que muda com a chegada do novo programa de carros híbridos e elétricos

O recém lançado Programa Mover traz consigo mudanças significativas para a concessão de incentivo público às fabricantes de veículos, sobretudo no contexto da mobilidade verde e inovação. Entre outras iniciativas, o programa prevê incentivos para a produção de híbridos e elétricos. 

Mover - o Programa de carros híbridos e elétricos - Foto: Freepik

 

Mover – o Programa de carros híbridos e elétricos – Foto: Freepik

 

O que muda com a chegada do novo programa de carros híbridos e elétricos

Formulado pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC), veja os principais pontos do Mover:

Incentivos Fiscais e Investimentos em Descarbonização

Incentivo fiscal de R$ 3,5 bilhões em 2024, R$ 3,8 bilhões em 2025, R$ 3,9 bilhões em 2026, R$ 4 bilhões em 2027 e R$ 4,1 bilhões em 2028, totalizando mais de R$ 19 bilhões em créditos concedidos. 

O intuito é encorajar mais empresas a investir em descarbonização ao atender aos requisitos obrigatórios do programa. 

‘;
gmAdCmds.push({command: ‘gmAdUnit’, params: {
type: ‘banner’,
gam: ‘/22277837561/garagem360.com.br/Content_Generico_Desktop_Mobile’,
sizes: [[250, 250], [300, 250], [336, 280]],
divID: ‘teads_place’,
mapping: ‘content_fluid’,
reloadable: true,
bidders : {
smart: 95896,
verizon: ‘auto’,
appnexus: 21114108,
medianet: ‘444631575’,
projectagora: 25231862,
useNative: true,
rubicon: ‘2387102’,
seedtag: {adUnitId: ‘27126862’, placement: ‘inArticle’},
taboola: ‘ROS-300×250’
}
}});
gmAdCmds.push({command: ‘gmAdReload’, params: ‘teads_place’});
}

Medição das Emissões de Carbono

Medição das emissões de carbono em todas as fases de fonte de energia utilizada. A princípio, a meta é reduzir em 50% as atuais emissões de carbono até 2030 a partir de regras para a fabricação de veículos e combustíveis. 

Os carros nacionais devem sair de fábrica mais econômicos e seguros, e menos poluentes.  

Já os combustíveis terão medições em todas as fases para asseguar sua maior sustentabilidade. No caso do etanol, desde a plantação da cana, colheita e transporte até a queima nos veículos.

O mesmo vale para todas as fontes propulsoras, incluindo gasolina, diesel e até os componentes dos eletrificados, como bateria elétrica. 

Tributação Verde e Investimentos em P&D

O programa implementa um sistema “bônus-malus” na cobrança de IPI, levando em conta a fonte de energia para propulsão, o consumo energético, a potência do motor, a reciclabilidade, o desempenho estrutural e tecnologias assistivas à direção. 

BYD pode ser uma das empresas beneficiadas - Foto: divulgação

 

BYD pode ser uma das empresas beneficiadas – Foto: divulgação

 

Além disso, concede incentivos fiscais em proporção aos investimentos em Pesquisa e Desenvolvimento (P&D), com cláusulas que mudaram em relação ao programa anterior.

Atração de Investimentos e Programas Prioritários

O programa ainda prevê o estímulo à realocação de plantas industriais de outros países no Brasil, oferecendo crédito financeiro equivalente ao imposto de importação incidente na transferência das células de produção e equipamentos. 

Além disso, empresas que importam peças e componentes sem similares nacionais poderão obter redução de Imposto de Importação, desde que invistam 2% do valor importado em projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação em “programas prioritários” na cadeia de fornecedores.

Em tese, o Programa Mover representa um avanço significativo na direção de uma mobilidade e logística sustentável de baixo carbono, alinhada com o compromisso do país com a descarbonização do planeta. 

Com suas inovações e incentivos, o Mover busca promover a modernização industrial e a transição para uma economia mais verde e sustentável.

 

Source link

oslow

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *